• pt-br

20
maio-2019

5ª Edição da Ciranda de Filmes vem aí!

Arte: Karina Figueiró e Estúdio Anêmona | Foto: Simone Esaki

A Ciranda de Filmes está de volta! Em sua 5ª edição, a mostra traz cerca de 70 filmes, nacionais e estrangeiros, que serão exibidos de 23 a 26 de maio de 2019, com entrada gratuita, no Espaço Itaú de Cinema.

O evento, que nasceu em 2014, busca trazer discussões e reflexões acerca de temas relacionados à educação e à infância através da linguagem cinematográfica e volta a acontecer após um ano de pausa. Esse ano a Ciranda tem como tema “Música, linguagem da vida!”.

Todos os filmes têm a música como essência, seja pela expressão de canções tradicionais, de histórias recheadas de sons, da simples contemplação do silêncio ou dos sons da natureza. Além disso, a mostra traz oficinas e vivências com convidados como os músicos Tião Carvalho e Wyanã Uia-Thé Kariri-Xocó, entre outros. A programação completa você encontra em: http://cirandadefilmes.com.br/br/filmes/  

O Território do Brincar conversou com a cineasta Fernanda Heinz, diretora do filme “Sementes do Nosso Quintal” que, ao lado da educadora Patrícia Durães, criou a Ciranda de Filmes. Confira abaixo o bate-papo!

Meninos_e_Reis
Meninos_e_Reis
SONG OF THE SEA_1920x2560_Amazon
SONG OF THE SEA_1920x2560_Amazon
DVD Amaray 8.5x14
DVD Amaray 8.5x14
As Hiper-Mulheres
As Hiper-Mulheres
MALI BLUES_Poster_engl_10x15cm300dpi
MALI BLUES_Poster_engl_10x15cm300dpi
Being Hear_vert
Being Hear_vert
O Ídolo
O Ídolo
ESTEBAN_LAURELES_ESP 20170301
ESTEBAN_LAURELES_ESP 20170301

 

TDB – Por que a escolha da música como tema?

Fernanda Heinz – A música sempre esteve presente em todas as edições da Ciranda de Filmes porque ela faz parte de todos os momentos de nossas vidas, desde o nascimento. É também uma linguagem universal, parte essencial do ser humano, da natureza e da cultura em que vivemos.

A música nos conecta também com as nossas emoções e, por isso, por meio da escuta, podemos conhecer a nossa biologia e desenvolver de uma forma mais natural as nossas capacidades motoras, intelectuais, sensíveis, sensitivas, emocionais e sociais.

O ensino e a experiência musical, dentro e fora das escolas, podem contribuir para o desenvolvimento integral do ser humano. Precisamos valorizar isso e torná-los acessíveis a todas as crianças e jovens.

Em tempos de intransigências, num contexto de pós-verdades, nunca foi tão importante exercitar nossos sentidos e percepções para que a gente possa filtrar o excesso de informações e focar naquilo que é essencial.

A 5ª edição da Ciranda de Filmes se propõe, então, ser um espaço de escuta, para ouvir a nós mesmos, a criança que fomos e que ainda somos, as infâncias e juventudes com as quais convivemos para, a partir daí, dialogar, transcender, transformar e resistir.

TDB – Como a música na infância ganha corpo?

Fernanda Heinz – Como somos seres musicais e lúdicos, a criança nasce sentindo, ouvindo, experimentando e produzindo música. Precisamos apenas dar espaço, escutar e acolher essa capacidade que é inata. Se não acreditamos e damos espaço para o desenvolvimento dessa capacidade, ela pode se retrair e não desenvolver a sua potencialidade. A música está presente no cotidiano das crianças, desde a barriga da mãe, nos acalantos, na batida do coração, no movimento ritmado do ninar, nas suas brincadeiras. E com o seu próprio corpo, objetos e elementos simples da casa ela cria e vivencia a sua musicalidade. Se a criança encontrar em sua casa e na escola um ambiente rítmico, musical, com jogos e brincadeiras da cultura da infância que envolvam a música, ela com certeza terá a chance de um desenvolvimento pleno.

TDB – Qual a importância e as motivações de promover, além das exibições dos filmes, as vivências e oficinas?

Fernanda Heinz – Essas atividades paralelas à mostra de filmes são momentos de experimentações, vivências e de sentir no corpo aquilo que abordamos nos filmes e nas conversas. Se somos seres lúdicos, para o nosso desenvolvimento integral, precisamos ter experiências sensoriais e sinestésicas, por isso buscamos sempre trazer para a Ciranda linguagens artísticas, experiências e áreas do conhecimento diversas.

Ciranda de Filmes
23 a 26 de maio de 2019
Entrada gratuita
Espaço Itaú de Cinema [Rua Augusta, 1475]

Texto: Arthur Roman

 likes
Share this post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec