• pt-br
  • en
  • es

18
mar-2014

Produção das saias das folhas de bananeira

_5645605403

Foi no bananal do avô do David que chegamos depois de muito caminhar.

Entrando à esquerda ao lado do cemitério, descemos por uma picada no mato, passamos por uma fonte, cruzamos um riacho e lá paramos para escolher as palhas e produzir as saias que serão usadas no domingo no Nego Fugido.

Amarelinho (como carinhosamente é conhecido o Anderson) é o mais jovem caçador do Nego Fugido e para fazer sua saia contou com a companhia de dois ajudantes que, além de colher as folhas secas das bananeiras, ajudaram a amarrá-las em montinhos de três folhas por vez.

_7855898829

_0122342471

Vestir a saia testando seu comprimento e largura é uma cena principesca. Um verdadeiro “rei” cercado de seu fiel alfaiate se preparando para a principal festa no seu reinado, porém, os cachos de bananas pesando nas árvores nos trazem de volta para a vida em Acupe.

_0623925005

Com a saia pronta nossos reais caçadores têm a tarefa de carregá-la para casa, atravessando as ruas quentes da cidade. Essas folhas na cabeça anunciam que a Festa se aproxima.

_8556475380

_5797647716

_8280252420

De manhã foi a vez dos meninos produzirem a saia e à tarde, os adultos repetiram esses mesmos gestos adquiridos no tempo que foram meninos.

_6707060519

_0584684535

Texto e fotos: Renata Meirelles

 likes
Share this post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec