• pt-br

05
mar-2015

GT de Apiaí e Itaoca (SP) discute territorialidade e sistematiza ações para a continuidade do projeto

A matéria pode ser lida no site Brinca de que ou a seguir:

Na sexta-feira (27) o município de Apiaí (SP) recebeu o 3º encontro de Grupo de Trabalho do projeto Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar, que reuniu 11 profissionais das Secretarias de Educação, Saúde e Assistência Social de Apiaí e de Itaoca (SP), para discutir sobre territorialidade e sobre as ações voltadas para a defesa do direito ao brincar nos municípios.

O encontro iniciou com as brincadeiras de mãos: tambores e chocolate, e ainda, foram construídos helicópteros de papel. Foram levantadas em grupo potencialidades, desafios  e resultados sobre o <1º Seminário de Sensibilização sobre a Primeira Infância, articulada pelo Grupo de Trabalho por meio do projeto, no qual contemplou a participação de 56 agentes.

Sobre essa formação, o Grupo de Trabalho apresentou os seguintes resultados: participação de todos nas atividades e brincadeiras, demonstrando prazer ao relembrar a infância; presença dos gestores e conscientização da importância do brincar relembrando o Programa Infância Ideal; mobilização por parte do Grupo de Trabalho, antes das realizações do Seminário; dinamismo na participação do grupo junto com os gestores; motivação dos envolvidos; sensibilização de gestores sobre o Sistema de Garantias de Direitos; e o fortalecimento de uma nova concepção sobre o sobre o brincar por parte dos Gestores.

Valéria Perotoni, coordenadora do Centro de Referência em Ação Social (CRAS) de Apiaí, relatou que o projeto lhe trouxe um novo olhar sobre a criança e o brincar “é difícil entender que o brincar tem o poder de desenvolver, aproximar, o projeto me mostrou o poder de transformação que o brincar promove”, conta. Na sequência, o técnico em assessoramento do projeto, Diego Zadra, realizou um momento prático e teórico sobre território e territorialidade, abordando os dois conceitos e suas dimensões, visando uma reflexão acerca da diferença entre ambos, para projeção qualificada de ambientes externos para o exercício do brincar nos dois municípios.

Para a coordenadora do CRAS de Itaoca, Maraluce Lima, a temática territorialidade veio a contribuir com as reflexões e trabalhos do grupo. Ela conta que em Itaoca o grupo participante do projeto Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar, vem desenvolvendo oficinas do brincar toda quarta-feira, atendendo cerca de 40 crianças. “Essa formação vem ainda fortalecer nosso sonho de revitalização da praça da cidade para transformar em um espaço de brincar”, revela.

Houve ainda uma discussão sobre Plano Nacional para a Primeira Infância, realizada pela Coordenadora do Projeto Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar, Sheila Pomilho, e na sequência foram construídas maquetes sobre o território do brincar, onde as participantes expuseram ideias de espaços para implementação nos seus municípios. Ao final, Pomilho conduziu uma discussão para a construção do Calendário Municipal para ações em articulação com o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente nos municípios.

Segundo a coordenadora do projeto, os resultados estão sendo essenciais para o fortalecimento do direito ao brincar local, “o compromisso apontado pelo Grupo de Trabalho, tem garantido a sustentabilidade, avaliação e o monitoramento das ações do projeto nos municípios envolvidos, saímos hoje com a certeza de que os espaços para o brincar, como as praças e a implantação de brinquedotecas serão realizadas como práticas de continuidade do projeto”, diz.

Sobre o projeto

O projeto Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar  é desenvolvido pela Rede Marista de Solidariedade (RMS), por meio do Centro Marista de Defesa da Infância e apoio do Instituto Camargo Correa. Nele são realizados momentos de formação continuada para educadores, gestores e agentes do Sistema de Garantia de Direitos em 3 municípios brasileiros.

20150227_120316 20150227_140732 20150227_143613 20150227_145008 20150227_145809 20150227_111843

 likes
Share this post:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec