• pt-br

Archives

O programa Sala de Notícias acompanhou a viagem da família de Renata Meirelles e David Reeks pelo Vale do Jequitinhonha, durante sua pesquisa sobre os brinquedos e brincadeiras da região.

0 comments / 3 votes

A matéria pode ser lida no site Mercado Ético ou a seguir: Entre panelinhas e comidinhas devidamente posicionadas para uma verdadeira brincadeira de casinha, a educadora e idealizadora do projeto Território do Brincar Renata Meirelles lançou o livro Cozinhando no Quintal (Editora Terceiro Nome). O evento aconteceu no dia 8 de outubro, às 19h, no […]

0 comments / 0 votes
04-amarelinha
0 comments / 40 votes

Localidade: São Gonçalo do Rio das Pedras – Vale do Jequitinhonha – MG Alguns conhecem essa brincadeira pelo nome de Pula Sela ou Estrela Nova Sela. Em São Gonçalo do Rio das Pedras, as meninas a chamam de Brincadeira do Toco. O jogador da brincadeira do Toco deve perseguir o objetivo de nunca ser o […]

0 comments / 40 votes
13684993731368499373855389373_420x300
0 comments / 23 votes

Localidade: Tatajuba – Litoral do Ceará. Bem fácil de construir e ótimo para brincar, o carrinho de lata é sucesso entre os meninos de Tatajuba – CE. Quando se juntam para fazer eles primeiro “caçam” uma lata, um arame e um fio. Em seguida furam os dois lados da lata. Enchem a lata com areia. […]

0 comments / 23 votes
136849715313684971537535829136_420x300
0 comments / 44 votes
20
mar-2014

Localidade: Tatajuba – Litoral do Ceará O jogo de bila vira febre em Tatajuba quando o tempo está úmido e o chão não tem areia tão fofa e seca. Aliás, temos observado que a qualidade de chão é definidora de uma porção de brincadeiras infantis. Uma das modalidades prediletas do jogo de bila, entre os […]

0 comments / 44 votes
136882210713688221076616732432_420x300
0 comments / 11 votes

Localidade: Tatajuba – CE Quando os meninos de Tatajuba inventam de laçar porcos pela comunidade, primeiro fazem os cavalinhos de folhas da carnaubeira. Montados nesses cavalinhos, saem feito boiadeiros pelas ruas de areia. Como fazem: A carnaubeira é uma palmeira alta de folhas largas e cada cavalinho é feito com uma folha. Primeiro tiram as […]

0 comments / 11 votes
_5215926047
0 comments / 12 votes

Localidade: Comunidade Indígena Panará – PA Quando os Panará foram transferidos de suas terras para dentro do Parque do Xingu, pelos irmãos Villas Boas, devido a construção da estrada BR 163 que começou a dizimar esse povo por doenças e invasões, eles foram morar em uma aldeia junto com os índios Suyá. Dessa época muitas […]

0 comments / 12 votes
_6527347104
0 comments / 10 votes

Localidade: Comunidade indígena Panará – PA Como surge uma brincadeira? Quem inventa? Às vezes é um peixe que ensina como brincar. Assim aconteceu com o Perankô, professor Panará da Escola Indígena Matukre. Certo dia, quando pescava, Perankô observou o vai e vem dos peixes e reparou como os menores perambulavam por águas rasas, e o […]

0 comments / 10 votes
_3510809650
0 comments / 29 votes

Localidade: Acupe – BA   Ninguém marcou hora, combinou nada ou tampouco planejou o que iria fazer. A brincadeira surgiu do encontro desses meninos de idades diferentes e desejos iguais. O Vitor se encarregou de buscar os pauzinhos e o Luiz Fernando trouxe o caco de telha, riscaram o chão e a pista ficou pronta […]

0 comments / 29 votes
_7137565884
1 comments / 13 votes

Localidade: Comunidade de Abadia – Vale do Jequitinhonha – MG   Em Abadia, as crianças fazem bonecas de um certo tufo de capim. A confecção começa pelo cabelo e o corpo vem depois, com retalhos amarrados e fitas no cabelo. Aprontadas as bonecas, é hora de organizar o altar, preparar o padre, padrinhos, pais e a […]

1 comments / 13 votes
_6915086330
0 comments / 8 votes

Localidade: Comunidade Indígena Panará – PA A experiência da vertigem é a chave dessa brincadeira, uma experiência corporal que fascina desde sempre e em todos os cantos do mundo. Normalmente os Panará usam a embira para brincar, mas ninguém tinha uma grande o suficiente para que a brincadeira acontecesse, então trocaram a embira pela corda, […]

0 comments / 8 votes
_3329295480
0 comments / 19 votes

Localidade: Córrego da Velha – Vale do Jequitinhonha – MG Esse moinho que nos foi apresentado pelo Sr. Aristide, encanta ao girar pela força d’água. Como fazer um moinho : Primeiro é preciso fazer quatro cortes longitudinais em um gomo de bambu, de forma que possam atravessar duas pequenas varetas, esculpidas também do bambu, como […]

0 comments / 19 votes
0 comments / 20 votes

Localidade: Abadia – Vale do Jeqitinhonha – MG Leandro é menino de grandes desafios, quer ir além, transformar. O currupio para ele ganha novo sentido quando cortado nas pontas. Veja no vídeo como ele resolve seus desafios e transforma a brincadeira. Tente fazer o seu próprio currupio e viva seus desafios.

1 comments / 3 votes
IMG_1812
0 comments / 0 votes

 Abadia é terra de gente sabedora de rezas, folias de reis, cantigas de roda, de fazer pão e biscoito no forno a lenha. Abadia é terra de casas acumulando tempo, de vagalumes tão sociáveis que vão no dedo e no nariz da gente. É lugar onde fazer carrinhos de madeira, bichinhos de frutas, bonecas de […]

0 comments / 0 votes
0 comments / 4 votes
IMG_2452
0 comments / 0 votes

Nasepotiti significa “morcego queimado”, comer morcegos era um costume antigo por parte dos índios Panará. Hoje os morcegos voam soltos pela aldeia e ninguém mais se incomoda em caçá-los, preferem outras caças como o peixe, a arraia, a moréia, a anta, o macaco preto, macaco prego, o jacaré, jabuti entre outros. A aldeia está localizada […]

0 comments / 0 votes
133857710813385771082788965140_420x300
0 comments / 4 votes

Nosso primeiro paradeiro: comunidade Alto Santa Maria. Essa é uma comunidade de pomeranos instalada nas encostas da serra do município de Santa Maria de Jetibá no Estado do Espírito Santo. Aqui vivem aproximadamente 1500 pessoas e pela estimativa quase 90% são de pomeranos, que seguem fortemente suas raízes. Com a Pomerânia passando por muitas dificuldades, […]

0 comments / 4 votes
_0211698186
0 comments / 1 votes

Dados linguísticos e etno-históricos recentes mostram que os Panará do Peixoto Azevedo/ cabeceiras do Iriri são os últimos descendentes de um grupo bem maior e mais conhecido como Caiapó do sul, que ocupava a região entre o norte de São Paulo, sul de Goiás, leste de Mato Grosso, sudoeste de Mato Grosso do Sul e […]

0 comments / 1 votes
134790779613479077969797297544_420x300
0 comments / 0 votes

Há dias que não se fala em outra coisa a não ser no desfile de 7 de Setembro. As escolas estavam em intensas preparações que mal cabiam aulas nesses últimos dias. Ensaios, marchas, confecção de bandeiras, faixas, adereços fizeram a rotina de Acupe. Quando chamávamos a meninada para brincar na rua ouvimos por vezes “não […]

0 comments / 0 votes
0 comments / 6 votes
13527591541352759154404743092_420x300
0 comments / 8 votes

Os Panará contam que antigamente os bichos também eram gente. Assim como os humanos, os bichos também faziam aldeias, festas, caçadas. Os panará aprenderam com os bichos muitas coisas, como a plantar milho com o rato e o amendoim com a cotia. Antes da colheita do amendoim, os panará ainda hoje fazem a festa como […]

0 comments / 8 votes
134037764813403776482357519465_420x300
0 comments / 7 votes

Como as crianças aprendem uma tradição? Como seguem o ritmo da vida e da cultura de um povo? Normalmente, fazem juntos com quem sabe, aprendem fazendo, criando laços com o fazer enquanto estão fazendo. Um exemplo disso presenciamos em como as crianças em Santa Maria de Jetibá aprendem a tocar concertina. A Equipe do Projeto […]

0 comments / 7 votes
IMG_0789
0 comments / 4 votes

Anualmente a cidade de Santa Maria de Jetibá organiza a sua tradicional Festa Pomerana. Em um município onde 88% da população é de pomeranos e ouve-se pela rua a língua sendo conversada entre adultos e crianças, em que o comércio contrata preferencialmente aqueles que falam fluentemente o pomerano já que vários idosos mal falam o […]

0 comments / 4 votes
13438565851343856585242139902_420x300
0 comments / 6 votes

Hoje fomos conhecer o grupo de Samba de Roda Mirim de Saubara, uma cidade vizinha de Acupe. Dona Anna é sambadeira das antigas. Rodou sua saia e sua voz entre o que há de melhor no samba de roda do Recôncavo Baiano. Hoje seu corpo pede quietude e remédios caros para se reerguer de um […]

0 comments / 6 votes
IMG_5831
0 comments / 9 votes

Ô Cosme cadê Damião? Ô Cosme cadê Damião? Tá em casa fazendo a oração. Cadê ele? Tá em casa fazendo a oração. Cadê ele? Em casa fazendo a oração. São sete crianças, sete cantigas e uma diversidade de tipos de comidas servidos em cada prato, sob uma toalha estampada, disposta no chão. É setembro, é […]

0 comments / 9 votes
135985559313598555932122545380_420x300
0 comments / 3 votes

Quem foi que disse Que janeiro não saía Boi Janeiro está na rua Com prazer e alegria Lá vem o sol Lá vem a lua, Lá vem meu Boi Janeiro Passeando pela rua A música começa e os meninos vestem o chinelo e mal têm tempo de avisar a mãe aonde vão. Não podem perder […]

0 comments / 3 votes

Archives

> <
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec
Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec